domingo, 6 de novembro de 2011

De graça recebeste, de graça dai.

Mas este é o pacto que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.
Jeremias 31:33



Estive navegando pelos sites e blogs da internet durante o domingo, e fiquei surpreso como tão grande número de pessoas tem um pensamento parecido, ou vemos como ditados populares se tornam uma verdade, como este que diz "uma ideia esta no ar".
Segundo o livro dos espíritos de Allan Kardec, isto é mais verdade do que podemos pensar, pois espíritos simpáticos se comunicam, se agrupam em assembléias durante a emancipação da alma no sono, e até no estado de vigília, há comunicação entre espíritos simpáticos, que se tornam afins pelas suas idéias.
Transcrevo abaixo as questões como estão espostas no Livro dos Espíritos 2ºparte, cap VIII, questões 419 a 421:

419. Que é o que dá causa a que uma idéia, a de uma descoberta, por exemplo, surja em muitos pontos ao mesmo tempo?
“Já dissemos que durante o sono os Espíritos se comunicam entre si. Ora bem! Quando se dá o despertar, o Espírito se lembra do que aprendeu e o homem julga ser isso um invento de sua autoria. Assim é que muitos podem simultâneamente descobrir a mesma coisa. Quando dizeis que uma idéia paira no ar, usais de uma figura de linguagem mais exata do que supondes. Todos, sem o suspeitarem, contribuem para propagá-la.”
Desse modo, o nosso próprio Espírito revela muitas vezes, a outros Espíritos, mau grado nosso, o que constituía objeto de nossas preocupações no estado de vigília.

420. Podem os Espíritos comunicar-se, estando completamente despertos os corpos?
“O Espírito não se acha encerrado no corpo como numa caixa; irradia por todos os lados. Segue-se que pode comunicar-se com outros Espíritos, mesmo em estado de vigília, se bem que mais dificilmente.”

421. Como se explica que duas pessoas, perfeitamente acordadas, tenham instantaneamente a mesma idéia?
“São dois Espíritos simpáticos que se comunicam e vêem reciprocamente seus pensamentos respectivos, embora sem estarem adormecidos os corpos.”
Há, entre os Espíritos que se encontram, uma comunicação de pensamento, que dá causa a que duas pessoas se vejam e compreendam, sem precisarem dos sinais ostensivos da linguagem. Poder-se-ia dizer que falam entre si a linguagem dos Espíritos.

Pois bem, o fato que me chamou atenção, é o grande número de pessoas que não se conforma mais com as religiões constituídas, com sacerdócio organizado, dogmas, cobranças(por visto bem salgadas), de um comércio de espiritualidade a cada dia mais sem escrúpulo algum, de pessoas nada bem intencionadas, interessadas em qualquer coisa, menos em prestar auxílio ao seu irmão.
Caridade, fraternidade, os ensinamentos do mestre Jesus do "Amai-vos uns aos outros", não são nem lembrados, quanto menos praticados.
Ofertas de trabalhos espirituais, que prometem desde salvação até a ausência total de moléstias e sofrimentos em nosso corpo, são vistos em qualquer esquina e sites dedicados a este mercado.
Não quero aqui fazer julgamento de qualquer espécie, mas apenas me pergunto se tudo isso é certo, já que o nosso guia e modelo para a humanidade, Jesus Cristo, nos disse:

"Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressucitai os mortos, expulsai os demônios, de graça recebeste, de graça dai." (Mateus 10:8) 


Ao que nos parece, em momento algum Jesus diz que no exercício das práticas de auxílio ao próximo, de acordo com as boas novas do evangelho, estamos autorizados a cobrança de qualquer espécie, pois se percebe que qualquer dom que haja sobre nós, criaturas humanas, vem do Senhor, que de graça nos presenteou.
Um consolo, porém nos chega, de acordo com o versículo Bíblico citado no início deste texto, o Senhor colocaria sua lei em nosso coração, e pelo visto, mais e mais pessoas tem escutado a voz do mestre em seus corações.
Não quero aqui ser interpretado como alguém jogando pedras em quem for, pois também sei que sou um pecador, mas como nos disse Albert Einstein:
 "O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer."
Um fraterno abraço.
Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai.
Mateus 10:8
Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai.
Mateus 10:8
Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai.
Mateus 10:8
Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai.
Mateus 10:8

Nenhum comentário: