domingo, 29 de janeiro de 2012

Sistema público, impostos e tudo mais, Pra que servem?

Realmente, como é difícil para mim tentar entender um pouco do que acontece no nosso sistema político.
Por diversas vezes durante o ano de 2011, recorri ao sistema público de saúde do nosso município para consultas médicas, que demoram no mínimo 3 a 4 meses para conseguir, onde um atendimento de urgência no plantão do posto de saúde é precário e de má qualidade, onde encontramos diversas pessoas com queixas de falta de medicação, falta de médicos, demora nas consultas e exames, falta de ambulâncias, entre outros problemas.
Não queremos aqui dizer que o único município do Brasil a ter estes problemas seja Arroio do Sal, pois a saúde pública é problema de todo Brasil e já de longa data.
O que não posso admitir é nossos administradores saírem nas mídias sociais da internet, gritando a plenos pulmões que a saúde do nosso município é modelo. Por favor, querem convencer a quem?
Não quero aqui fazer apologia política a qualquer partido que seja, pois sou uma pessoa apolítico, e sinceramente, tenho minha preferência pessoal, junto com minha opinião, mas prefiro me manter bem longe da política assim como de políticos.
Mais difícil ainda de engolir, é que a industria da multa, em conjunto com o IPVA dos nossos veículos, que tem um preço absurdo, somado aos impostos de todo tipo, incluindo a tributação dos combustíveis que é bem salgada, não seja suficiente para ao menos manter em condições de trafegabilidade as nossas estradas do estado do RS.
Durante esta semana que passou, entre os dias 25 a 27 do mês corrente, percorri uns 2000 kilômetros pelas estradas do estado, e o resultado triste é que se rodamos por rodovias não pedagiadas, temos que andar com o carro carregado nos braços, pois os asfaltos são pior que estrada de chão. As rodovias com pedágio, que são bem salgados(em média 6 a 8 reais), são melhores sem dúvida, mas pergunto: E o dinheiro do IPVA? E das multas que são aplicadas aos fardos todos os dias? E os impostos, pra que servem?
Saúde precária, ensino em processo de falência, e isso não é afirmado só pela minha opinião, mas de diversos pesquisadores e antropólogos, estradas ruins, e maioria dos serviços públicos não funcionam e se funcionam é a passos de tartaruga. Pra que alimentar tudo isso? Não da pra reduzir um pouco o número de sanguessugas das câmaras, prefeituras, e principalmente, do coração de tudo em Brasília?
A conclusão que chego é que os impostos servem quase só para manter funcionando o sistema, que funciona apenas para seus próprios interesses.
E o povo? Como já dizia um político já falecido:
-"O povo é apenas um detalhe".

Nenhum comentário: