Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2012

Queremos ser ouvidos

O quanto devemos nos dedicar a ouvir?
Me dedicando a pensar sobre o assunto, e o quanto sofremos pela falta de alguém para conversar, surge a necessidade deste. Conversamos diariamente muito, com muitas pessoas, familiares, esposa, marido filhos, irmãos, mas que tipo de conversas?
Muitas vezes queremos conversar com alguém, que não seja do nosso círculo familiar, e falar de coisas nossas, que acontecem conosco, desabafar, ouvir conselhos de alguém que não seja vinculado diretamente a nossa vida.
Como isso é difícil, as pessoas não querem mais ouvir umas as outras. Quando em algum tempo, tinha essa tarefa na minha vida, muitas pessoas me procuravam na intenção apenas de serem ouvidas, não queriam nem que eu falasse, ou desse algum palpite em seus assuntos.
Somos seres que precisamos ser ouvidos, temos necessidade de nos comunicar, de expor nossas necessidades, medos, dúvidas, e nem sempre podemos colocar isso as pessoas do círculo doméstico, pois ali temos uma conduta a seguir, e pode ser …

Cada um seja seu próprio médium

Ouvem-se freqüentemente certos profanos que dizem: “Não tenho necessidade de Deus!” Palavra triste, deplorável, palavra orgulhosa dos que, sem Deus, nada seriam, não teriam existido. Oh!, cegueira do espírito humano, cem vezes pior que a do corpo! Ouvistes algumas vezes a flor dizer: não tenho necessidade de sol? Pois bem, nós o sabemos, Deus não é somente a luz das Almas; é também o amor! E o amor é a força das forças. O amor triunfa de todas as potências brutais. Lembremo-nos de que se a idéia cristã venceu o mundo antigo, se venceu o poder romano, a força dos exércitos, o gládio dos Césares, foi pelo amor! Venceu por estas palavras: “Felizes os que têm a doçura, porque possuirão a Terra!”. E, com efeito, não há homem, por mais duro, por mais cruel, que não se sinta desarmado contra vós, se estiver convencido de que quereis seu bem, sua felicidade e de que tal desejais de modo real e desinteressado. O amor é todo-poderoso; é o calor que faz fundir os gelos do cepticismo, do ódio, da f…

O Espírito exerce alguma influência na construção do seu corpo físico?

Na Obra Evolução em Dois Mundosde André Luiz, psicografada pelos médiuns Waldo Vieira e Francisco Cândido Xavier, encontramos algumas questões muito pertinentes a influência do espírito na constituição do corpo físico. Vamos a elas:

A. A partir de seu ingresso no chamado reino hominal, o Espírito passa a exercer influência direta na construção de seu corpo material?
Sim. Chegado ao reino humano, o Espírito, entregue ao comando da própria vontade, determina com a simples presença ou influência, no campo materno, os mais complexos fenômenos endomitóticos no interior do ovo, edificando as bases de seu próprio destino, no estágio da existência cujo início o berço assinala. (Evolução em dois Mundos, Primeira Parte, cap. VII, pp. 56 e 57.)

B. Que diz André Luiz a propósito das leis da afinidade e da hereditariedade?
Hereditariedade e afinidade no plano físico e no plano extrafísico, respectivamente, são leis inelutáveis, sob as quais a alma se diferencia para a Esfera Superior, por sua próp…

O carnaval não tem culpa

Caros amigos, leitores, irmãos.
Em face das grandes discuções sobre o carnaval nas redes sociais e nos blogs em geral, me arrisco a mais algumas palavras.
Vemos em grande parte, por pessoas dos mais diversos segmentos religiosos, inclusive espíritas, colocando os mais "diabólicos" adjetivos em tudo que diz respeito ao carnaval, ou se preferirem, festa da carne e tantos outros nomes que circulam por ai.
Concordo até certo ponto, o carnaval é uma festa com muitos excessos, que vão desde apelos sexuais, ao uso excessivo de bebidas alcoólicas, drogas, falta de consciência de motoristas embriagados devido as circunstâncias, enfim.
Mas gostaria de lembrar que existem diversos outros problemas de ordem social muito mais sérios que não são tão lembrados e que geram tantas desgraças, se não mais que no período do carnaval
Lembro que no artigo anterior, citei algo sobre a festa e também seu lado cultural.
Portanto, o que me refiro é que vamos pegar leve quanto a comentários, tão pesados e j…

Carnaval, não terminem com ele

O que pensar do carnaval? De um lado, extremistas que dizem ser uma festa amaldiçoada, de outro, pessoas que cometem os piores excessos, de todos os tipos.
Paro e olho os dois lados e não fico com nenhum. Fico no meio, pois não concordo com excessos, mas não concordo em tornar o povo mais triste e deprimido do que já é.
Carnaval também e sinônimo de festa, alegria, cultura, arte. Repare nos sorrisos no rosto dos foliões quando caem na avenida, a beleza das escolas de samba mostrando o resultado do trabalho de um ano todo, e o esforço de muitas pessoas.
Criatividade de muitos que pensam desde as roupas até a música que embala a festa. Alegria, felicidade de ver sua escola de samba na avenida.
Quantas pessoas tem neste momento único em suas vidas a oportunidade de mostrar o quão belas coisas podem produzir, o quanto são valorizadas no seu trabalho pela sua escola, algo que a grande maioria do povo nunca imagina ter, pois passam um ano todo dentro de empresas, acordando de madrugada pra pega…

Buddha Bar (Arno Elias) - The Dance of the Flames___Natureza, é muito bom!!!

Arno Elias-Deep Believe _ Baita som pra meditar

  <br>

O Grande Enigma

"A linguagem humana é, entretanto, impotente para exprimir a idéia do Ser infinito. Desde que nos servimos de nomes e de termos, limitamos o que é sem limites. Todas as definições são insuficientes e, de certo modo, induzem o erro. Entretanto, o pensamento para se exprimir precisa de termo. O menos afastado da realidade é aquele pelo qual os padres do Egito designavam Deus: Eu sou, isto é, eu sou o Ser por excelência, absoluto, eterno, e do qual emanam todos os seres.
Um mal-entendido secular divide as escolas filosóficas quanto a estas questões. O materialismo via no Universo somente a substância e a força. Parecia ignorar os estados quintessenciados, as transformações infinitas da matéria. O espiritualismo vê em Deus só o princípio espiritual e não considera imaterial tudo o que não cai sob os nossos sentidos. Ambos se enganam. O mal-entendido que os separa cessará quando os materialistas virem em seu princípio e os espiritualistas em seu Deus a fonte dos três elementos: substân…

O que encontraremos em templos religiosos?

A cada dia se torna mais difícil quando o assunto é convicção religiosa, ou filosofia de vida.
Como já ouvi diversas vezes, um ditado popular que se aplica bem a tudo isso: "-De boas intenções o inferno esta cheio."
Nos deparamos com uma realidade que parece ninguém se dar conta. As pessoas estão ávidas por um diálogo. Temos necessidade de falar, de se comunicar, de ser ouvidos. Tomar assento em templos religiosos, ouvir explanações, e sair de lá apenas tendo ouvido não se torna de grande proveito a todas as pessoas. Existe um alimento espiritual que recebemos quando somos ouvidos, compreendidos, e recebemos sábios conselhos.
Contemplar palestras é importante, edificam, mas as palavras do mestre são muito sábias quando ele nos diz: "Nem só de pão viverá o homem".
Creio que a mediunidade, não seja simples faculdade dada apenas a receber um texto com belas palavras, não que isto seja dispensável, mas a mediunidade também é aquela que alivia os sofrimentos da carne, tão …

Tombado patrimônio histórico_ Chico Xavier

Sob o argumento de preservar o patrimônio deixado pelo médium Chico Xavier, o Ministério Público Federal em Minas Gerais (MPF-MG) ajuizou uma ação civil pública. A ação pede o tombamento e a realização de um inventário de bens móveis e imóveis deixados pelo médium.
Xavier viveu parte de sua vida na cidade de Uberaba, a 475 quilômetros de Belo Horizonte. É lá onde estão seu túmulo, uma casa em que viveu e a Casa da Prece, entidade espírita fundada por ele. “O objetivo é o de impedir a evasão, destruição e descaracterização do patrimônio deixado por aquele que é considerado um dos maiores fenômenos religiosos de todos os tempos”, informou o MPF por meio de nota à imprensa.
Na ação, a procuradora da República Raquel Silvestre questiona a disposição de bens na casa de Chico, transformada em museu particular e administrada pelo filho adotivo do médium, Eurípedes dos Reis.
O museu recebeu o nome de “Casa de Memórias e Lembranças” e no local estão pertences pessoais e psicografias. “O problem…

Música

Realmente, a música de hoje que ouvimos tocar nas rádios e cair na boca do povo, nos deixa preocupados. O grande apelo sexual contido nestas músicas e a despreocupação com a arte nos leva a pensar que algo esta acontecendo. Será a falta de artistas ou o mal gosto do povo?
Ouvindo uma entrevista na rádio Gaúcha de Porto Alegre, no programa Polêmica, comandado por Lauro Quadros, aconteceu um grande debate com profissionais da música, cada um com seus argumentos, tanto para um lado como outro, mas pessoalmente chego a conclusão que as músicas produzidas hoje, estão longe daquilo que podemos chamar de arte. Claro, sempre existem excessões, mas que estão cada vez mais raras.
Um artigo que encontrei fala um pouco mais sobre isso:

"Desde os menestréis e trovadores, na Idade Média, se vê, claramente, uma divisão na música. Na Renascença havia a música sacra (composta para ser executada em cultos religiosos), assim como, a profana (composta para ser executada nas tavernas etc). Hoje, há a mú…

Carnaval, uma das festas mais populares do país, infelizmente evidencia um modelo bastante difundido e incentivado socialmente por aqui: o beber excessivamente - Artigo de Joaquim Melo para a Folha de S. Paulo

E, só para não perder o costume, as festas das principais cidades brasileiras estão sendo patrocinadas por grandes cervejarias. Empresas que, fornecendo uma série de aparatos para a realização dos eventos, têm como principal objetivo incentivar o consumo de álcool.
Para quem ainda duvida que o patrocínio de eventos culturais por fabricantes de bebida estimule o consumo, um bom exemplo é o último Rock in Rio.
A cervejaria apoiadora divulgou ter atingido o maior número de vendas da companhia mundialmente neste tipo de ação, comercializando 1, 7 milhões de copos de chopp. A marca reformou ainda o enorme sucesso com o público jovem – público que, vale lembrar, por fatores físicos e psicológicos, é mais vulnerável a desenvolver dependência do álcool.
Como patrocinadoras, as fabricantes divulgam amplamente sua marca e estimulam livremente o consumo. Por isso, é no mínimo preocupante a posição do governo que, cedendo às pressões comerciais da Fifa, liberou a venda de bebidas alcoólicas nos está…