Pular para o conteúdo principal

Tombado patrimônio histórico_ Chico Xavier

Sob o argumento de preservar o patrimônio deixado pelo médium Chico Xavier, o Ministério Público Federal em Minas Gerais (MPF-MG) ajuizou uma ação civil pública. A ação pede o tombamento e a realização de um inventário de bens móveis e imóveis deixados pelo médium.
Xavier viveu parte de sua vida na cidade de Uberaba, a 475 quilômetros de Belo Horizonte. É lá onde estão seu túmulo, uma casa em que viveu e a Casa da Prece, entidade espírita fundada por ele. “O objetivo é o de impedir a evasão, destruição e descaracterização do patrimônio deixado por aquele que é considerado um dos maiores fenômenos religiosos de todos os tempos”, informou o MPF por meio de nota à imprensa.
Na ação, a procuradora da República Raquel Silvestre questiona a disposição de bens na casa de Chico, transformada em museu particular e administrada pelo filho adotivo do médium, Eurípedes dos Reis.
O museu recebeu o nome de “Casa de Memórias e Lembranças” e no local estão pertences pessoais e psicografias. “O problema é que essa exposição requer medidas técnicas especiais como identificação, catalogação, ambientação, ou seja, requer um projeto museográfico, o que nunca foi feito”, alega a procuradora.
Ela também reclama de reformas feitas na casa em que o médium viveu por mais de 30 anos. “Estão sendo realizadas alterações estruturais no imóvel, sem qualquer auxílio de técnicas de preservação da identidade histórica e cultural do ambiente”, afirma ainda Raquel Silvestre.
O MPF em Minas informou ainda que uma visita técnica do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), entidade na qual o museu é registrado, indicou que não existem registros dos bens, controle ou segurança. O Ibram é uma autarquia vinculada ao Ministério da Cultura.
O iG entrou em contato com o museu e teve informações de uma funcionária de que o acervo do médium é muito bem cuidado. O filho adotivo de Chico foi procurado, mas não quis se manifestar sobre o caso, assim como a prefeitura, sob alegação de que ainda não houve qualquer notificação.
A procuradora destaca que o tombamento não fará com que Eurípedes perca a propriedade de nenhum bem.
"O atual proprietário dos bens deixados por Chico Xavier, Eurípedes Higino dos Reis, não tem com que se preocupar. O tombamento nada mais fará do que auxiliá-lo no controle e conservação dos bens, podendo trazer orientações técnicas e procedimentos adequados”, diz.
Além do museu, Uberaba abriga o túmulo de Chico Xavier. No ano passado, houve registro de ocorrência de tráfico de drogas no local . Outro local de peregrinação da doutrina espírita do médium é a Casa da Prece, um centro espírita. Perto dele, a prefeitura de Uberaba realiza obras de um memorial em homenagem ao Chico Xavier.
Autor de mais de 400 livros psicografados, o médium já teve sua história e seus livros transformados em filmes. Nascido em Pedro Leopoldo, a 41 quilômetros de Belo Horizonte, em 2 de abril de 1910, Chico Xavier faleceu em 30 de junho de 2002.

Fonte: Ultimo Segundo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Homenagens a Yemanjá

Saudações caros irmãos leitores deste espaço.
Comemoramos dia 2 de Fevereiro o dia de Yemanjá, que podemos dizer sem medo de errar que se trata da maior manifestação de fé afro umbandista de ponta a ponta do litoral gaúcho.
Trata-se de uma data onde todos se reúnem para homenagear a grande mãe dos mares, numa legítima manifestação de fé e devoção, onde diversos Umbandistas, Católicos, Espiritualistas e irmãos e irmãs de tantas outras religiosidades se irmanam a beira mar num propósito de agradecimento e pedidos de saúde, paz e felicidade.
A Tenda não ficará de fora destas manifestações, e estaremos realizando dois eventos nestes dias:

O primeiro evento será a inauguração de uma imagem entronada a beira mar pelo irmão e Cacique Fábio Boff, dia 1º de Fevereiro, às 21:00hs, anexo ao antigo quiosque do Marzinho, em frente ao farol de Arroio do Sal.

O segundo será o trabalho próprio da Tenda, com o cruzamento dos médiuns da casa e sessão realizada a beira mar, dia 2 de Fevereiro, às 20:30hs, …

Orixás regentes do ano de 2019

Ao falarmos sobre este assunto cabe esclarecer que existem diversas maneiras de, digamos eleger os Orixás regentes do ano, e cada escola ou religião faz a sua maneira, seguindo a sua tradição. Fato que também temos a nossa.
Aqui no Rio Grande do Sul existe a tradição herdada do Batuque Gaúcho de eleger o Orixá que estará regendo o ano através do dia da semana em que cai o dia 1º de Janeiro. Então, 2019 temos o dia 1/1 em uma Terça feira, dia de Xangô, então o regente de 2019 será xangô.
Nós da Tenda de Umbanda Xangô 7 Raios preferimos adotar mais alguns critérios para fazer uma análise mais profunda, como regências astrológicas, além é claro de consultas aos oráculos.
Fato é que temos o ano de 2019  sob a regência do planeta Marte. Este planeta é regido pelo Orixá Ogum. Temos portanto também a participação deste Orixá no ano.
Em resumo então temos: Um ano onde Ogum estará regendo ao lado de Xangô. Sabemos que mais alguns Orixás satélites estarão próximos, mas como soberanos temos este…

Como Espiritualizar-se? – Dica de Chico Xavier

Existe uma crença precipitada de que espiritualizar-se é o desapego total às questões materiais da vida. Esse conceito errôneo pode se dar pelo fato de que o ser humano ainda dê tanta importância aos bens físicos e materiais que isola em um extremo o sua espiritualidade.
No livro Plantão de Respostas Pinga Fogo Volume II, no qual reúne às questões abordados no programa Pinga Fogo, da extinta TV Tupi, foi retirada a seguinte pergunta:

Por que vivemos cada vez mais pensando apenas nas coisas materiais e pouquíssimo nas espirituais?
Respeitando as imperfeições ainda presentes nos espíritos em provas e expiações, é importante analisarmos a resposta de Chico para iniciarmos ou darmos continuidade no processo de espiritualização. Chico responde assim:

“O homem atual vive deslumbrado com os bens materiais, que são colocados à sua disposição pela tecnologia que avança a cada dia através de uma propaganda que insiste em colocá-lo como caminho da felicidade. Porém, quando os adquirimos não compr…