terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Via Láctea pode ter 17 bilhões de planetas do tamanho da Terra


Estudo indica que uma a cada seis estrelas da nossa galáxia possuí astros rochosos similares

Estimativa feita por estudo baseado nas observações do Telescópio Espacial Kepler indicam que a Via Láctea tem ao menos 17 bilhões de planetas de tamanho similar ao da Terra. O estudo, publicado nesta segunda-feira nos Estados Unidos, aumenta o otimismo de achar sistemas solares propícios à vida.

Para ser habitável, um planeta deve estar a uma distância de sua estrela que permita evitar temperaturas extremas e garantir água em estado líquido, algo essencial para a vida. Com uma a cada seis estrelas da nossa galáxias apresentando planetas rochosos de tamanho similar ao da Terra, cresce a possibilidade e achar essas características.

A avaliação é do autor da pesquisa, François Fressin, pesquisador do Centro de Astrofísica da Universidade de Harvard. O estudo leva em conta que a Via Láctea tem cerca de 100 bilhões de estrelas. Fressin apresentou os resultados na conferência anual da American Astronomical Society, reunida esta semana em Long Beach, Califórnia.

Kepler detecta um exoplaneta quando este passa diante de sua estrela e gera uma queda de luminosidade no local por onde transita. O telescópio identifica assim exoplanetas potenciais medindo permanentemente as mudanças de luminosidade em mais de 150 mil estrelas situadas nas constelações de Cisne e Lyra.

Durante os 16 primeiros meses de observação, Kepler identificou 2,4 mil potenciais exoplanetas. Desde então, os cientistas têm tratado de determinar quantos destes sinais correspondem à presença de um exoplaneta.

Nenhum comentário: