quinta-feira, 12 de junho de 2014

13 de Junho, dia do Orixá Bará.

Santo Antônio
Sincretizado com Santo Antônio, este Orixá é saudado nesta data. Na Umbanda, não mantemos um culto específico a este Orixá, apenas o saudando e louvando em nossas preces, já que mantemos culto a Exu, através das almas que respondem nesta linha ou vibração de trabalhos na Umbanda, onde tem seu mês de festividades em Agosto. O Exu da Umbanda e o Orixá Bará guardam muitas semelhanças, e sua forma de trabalho por vezes se confundem aos olhos do leigo, mas guardam total diferença e separação em sua forma de culto, sendo Bará assentado, cultuado e louvado nos cultos de Nação, ou Batuque rio-grandense, e Exu, na forma como é cultuado na Umbanda, específico desta forma de ritual.


Bará

Bará é o Orixá dono de todas as encruzilhadas e caminhos, é o homem da rua, quem guarda a porta e o portão de nossas casas, quem tranca, destranca e movimenta os mercados, os negócios, etc. É quem detém a chave que tudo abre e tudo fecha. A importância de Bará é fundamental,
uma vez que ele possui o privilégio de receber todas as oferendas e obrigações em primeiro lugar. Nenhuma obrigação deve ser feita sem primeiro saudar a Bará. Mensageiro dos Orixás, é também conhecido por Exu, fazendo a comunicação entre os homens e os Deuses africanos.
Sua saudação é Alupo ou Lálupo.

Nenhum comentário: