domingo, 22 de junho de 2014

Fazer oferendas resolve nossa vida?

Saudações caro leitor(a) deste espaço. Sabemos que em matéria de fé, não devemos em hipótese alguma agredir, ou machucar a fé de qualquer um, independente de qual seja, falando de credos diferentes, e até dentro de nossa própria religião, pois há aqueles que acreditam em tudo que lhes é pregado, outros duvidam de alguma coisa, e quando isso acontece, saem em busca de uma explicação que prove ou não o contrário, estudam, e se aprofundam no assunto, fazendo de sua fé algo sólido e que seja condizente com o bom senso.
Onde queremos chegar com este discurso, e lembremos que ninguém é obrigado a pensar como nós, de que tudo, inclusive e principalmente dentro da religião tem de andar com o bom senso. Se o "ebó", ou a comida de santo fosse a salvação para todo ou qualquer problema, não haveria problemas no mundo. Bastaria fazer um ebó coletivo que todos os problemas da Terra seriam resolvidos. Não, não é assim que as coisas funcionam, principalmente quando falamos das coisas sagradas, e sujeitas as leis da natureza, que não podem ser alteradas ao bel prazer de cada um. Não queremos com isso dizer que as ofertas para os Orixás, ebós, obrigações, e tudo mais que é ofertado seja em vão. Tudo que realizamos, seja em prol de nós próprios, seja pelo nosso semelhante não passa em branco pelos Orixás. Sempre eles recolhem nossa oferta, e atendem nossos pedidos, sempre de acordo com nosso merecimento, e de acordo com as leis da natureza, e as leis de Deus.
Não basta, para que nossa vida seja totalmente resolvida, por vezes abarrotada de problemas, criados por nós mesmos, outros estando em nosso caminho para nosso próprio bem, visando nossa evolução, que seja feito uma oferta ao Orixá, que tudo será resolvido, pela força do "ebó" ofertado.
A principal "função", se assim podemos dizer, do Orixá em nossa vida, é nos dar força para podermos atravessar esses dias difíceis estando na carne, e  nos ligar de maneira mais intensa com o sagrado, sendo nosso Orixá, uma fagulha de Deus dentro de nós mesmos.
A religião de Umbanda não tem como única função, apenas resolver nossos problemas diários, ou de nossa vida material, mas sim, nos auxiliar em nossa evolução espiritual, nos ajudando a sepultar nossas chagas morais, e principalmente nosso ORGULHO E VAIDADE, estas sim, as duas principais causas de todas as mazelas que assolam a humanidade.
Lutemos com fé, em Olorum e nos nossos Orixás e Guias daUmbanda, para que nosso amanhã seja melhor, mas que seja pelo nosso esforço e merecimento, fazendo nosso trabalho ou exercendo nossa profissão de maneira honrada e bem feita, cumprindo nossas obrigações de bom cidadão, bons pais e mães de família, zelando pelo bem de nosso próximo, agindo para com o outro assim como queremos que sejam conosco, para que todo bem feito ao próximo seja revertido para nós mesmos e para todos nossos semelhantes.
Um fraternal abraço!

Nenhum comentário: