Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2019

Dom de Curar: O que podemos fazer pelos enfermos?

Dom de Curar: O que podemos fazer pelos enfermos? O Dom de Curar é uma das expressões da fé e do amor. Há os nossos irmãos que necessitam da cura, pois são enfermos em seus corpos físicos. Assim como, aqueles irmãos que são enfermos espirituais ou em seus aspectos morais.

Quando falamos do Dom de Curar diretamente estamos falando de o quão forte e expressiva pode ser a fé. Nas veias do corpo físico, a cura se faz lenta em alguns casos, pois a doença é por si só a maior prova de fé e resignação ante as provas e que se fazem valer para a expiação humana.

Jesus já nos havia nos dito sobre o Dom de Curar:
“Restituí a saúde aos doentes, ressuscitai os mortos, curai os leprosos, expulsai os demônios. Dai gratuitamente o que gratuitamente haveis recebido.” O Dom de Curar pode ser também expresso como mediunidade de cura, uma faculdade natural a qual pode ser expressa, nas casas espíritas, a força da fé. Dada de forma gratuita por Deus, deve ser oferecida da mesma forma como caridade na sua p…

Homenagens a Yemanjá

Salve nobres que visitam este espaço. Após um fim de semana inteiro de homenagens a Yemanjá, viemos até aqui para dar um feedback dos acontecidos.
Na sexta feira última, dia 1 de fevereiro como antecipado em postagem anterior, estivemos na inauguração do espaço denominado por seu criador, Pai Fábio Boff, conhecido no meio religioso por Pai Fábio do Ogum 7 Ondas, de "Recanto da Fé". Trata-se de espaço a Beira Mar de Arroio do Sal, no antigo quiosque do Marzinho, ao lado do Farol, com a colocação de uma imagem de Yemanjá, belamente colocada, inclusive com redoma de vidros, um bom espaço para realização de sessões a beira mar,  colocação de oferendas para Yemanjá e povo da Praia.
Convidados por Pai Fábio nos fizemos presentes ao evento, que contou também com a presença de Pai Marcos de Xangô, de Caxias do Sul, ao qual nos acolheu de maneira afetuosa. Vale aqui também tecer um elogio a Pai Fábio pelo empenho na criação do local, pois desde o projeto até a inauguração saíram excl…

O KARDECISMO E A LINHA BRANCA DE UMBANDA

Saudações aos nobres confrades leitores e estudiosos da Umbanda. De tempos em tempos, alguns assuntos vencidos já voltam a tona para nós. Para elucidar de maneira sólida este assunto, me servi de Leal de Souza, alguém que viveu e praticou Umbanda com Pai Zélio de Moraes, fundador de nossa amada religião, e que foi o primeiro ensaísta que nos legou escritos da Umbanda. Em seu livro "O Espiritismo, a Magia e as 7 Linhas da Umbanda ele nos legou: A Linha Branca de Umbanda e Demanda está perfeitamente enquadrada na doutrina de Allan Kardec e nos livros do grande codificador, nada se encontra susceptível de condená-la.
Cotejemos com os seus escritos os princípios da Linha Branca de Umbanda, por nós expostos no “Diário de Notícias”, edição de 27 de novembro de 1932.
A organização da linha no espaço corresponde à determinada zona da Terra, atendendo-se, ao constituí-la, as variações de cultura e moral intelectual, com aproveitamento das entidades espirituais mais afins com
as populações de…