Pular para o conteúdo principal

Encontro ecumênico na Escola Municipal Governador Leonel Brizola

Na manhã desta quarta-feira (17/04) em comemoração a Páscoa aconteceu na EMEF Governador Leonel Brizola um Ato Ecumênico com a participação de representantes de algumas entidades religiosas do município de Arroio do Sal, onde a Tenda de Umbanda Xangô 7 Raios teve a honra de ser convidada para representar nossa seara Umbandista.
Estiveram presentes no evento o Pastor Fábio Santos da Igreja Evangélica Videira, a Umbanda esteve representada pelo membro da Tenda Michael Pagno, o Pastor Jair da Silva Lima da Igreja Assembleia de Deus, o Padre Edson da Igreja Católica e o Dirigente da Casa Espírita A Caminho da Luz, João .
Aconteceu também a apresentação da aluna Thalita Nunes, e uma peça teatral criada para o evento por alunos da comunidade escolar do município, Wilian, Rogério e João.
O evento tinha como objetivo esclarecer o significado da Páscoa para cada religião, e de fato aconteceu um encontro de instrução religiosa sim, mas acima de tudo imperou o respeito e carinho entre todos, com o verdadeiro sentido de ecumenismo imperando no recinto.
Nós da Tenda temos de enfatizar o fato de ter  encontrado uma escola muito bem conduzida, com professores competentes e preocupados com seus alunos. Agradecemos no nome dos professores Fabrine Machado e Jader Medeiros a toda equipe da escola, pelo convite e acolhimento para conosco, e também  não cansamos de dizer, estão de parabéns pelo belo trabalho desenvolvido, não só no evento, mas em todo projeto escolar, que é elogiado por toda comunidade.
Deixamos abaixo um trecho do texto de autoria de Marcus Alberto de Mario, Escola do Sentimento, 1ºed, Rio de Janeiro, como forma de gratidão e expressando nosso carinho pela nobre escola. Rogamos as esferas superiores da espiritualidade que ampare toda equipe e alunos desta comunidade escolar.
Um fraternal Saravá!
"Toda atividade bem orientada desenvolve a inteligência e faz desabrochar o senso moral, e nada melhor que a própria vida como conteúdo do fazer escolar e do construir o homem.
A escola necessita trazer para seu ambiente os meios que valorizam a educação no lar, e também os meios que influenciam a educação do homem na sociedade, única maneira de assegurar ao educando uma formação humanitária e não uma formação artificial.
Deve o educador ser, na escola, um segundo pai ou segunda mãe, aprendendo a dar amor, calor humano, afeto ao educando, fazendo com que este se sinta amado, protegido e confiante em si mesmo, na razão em que sente estar sendo recebido como ser humano e devidamente valorizado. A escola deve refletir o lar, única maneira de promover a educação moral. Feliz o educador que, como crítica, ouvir que a escola em que trabalha mais parece uma família.
Como o educando aceita o que é bom?
Seguramente não porque o educador o queira.
O educando, quando quer, o quer por si mesmo.
O educando não deve obedecer à vontade do mestre, deve sentir a relação dele com as coisas de que necessita para o seu bem estar, quando então reconhece o valor do bem.
"Tudo aquilo que ela (a criança) faz com prazer, qualquer ação que aumenta a confiança em si mesma, qualquer coisa desperta nela os poderes latentes e a encoraja na realização de suas aspirações, levando-a a sentir e a dizer: eu posso. Eis o que ela realmente quer, embora sem ter disso plena consciência." (Pestalozzi).

Acesse fotos do evento AQUI 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Homenagens a Yemanjá

Saudações caros irmãos leitores deste espaço.
Comemoramos dia 2 de Fevereiro o dia de Yemanjá, que podemos dizer sem medo de errar que se trata da maior manifestação de fé afro umbandista de ponta a ponta do litoral gaúcho.
Trata-se de uma data onde todos se reúnem para homenagear a grande mãe dos mares, numa legítima manifestação de fé e devoção, onde diversos Umbandistas, Católicos, Espiritualistas e irmãos e irmãs de tantas outras religiosidades se irmanam a beira mar num propósito de agradecimento e pedidos de saúde, paz e felicidade.
A Tenda não ficará de fora destas manifestações, e estaremos realizando dois eventos nestes dias:

O primeiro evento será a inauguração de uma imagem entronada a beira mar pelo irmão e Cacique Fábio Boff, dia 1º de Fevereiro, às 21:00hs, anexo ao antigo quiosque do Marzinho, em frente ao farol de Arroio do Sal.

O segundo será o trabalho próprio da Tenda, com o cruzamento dos médiuns da casa e sessão realizada a beira mar, dia 2 de Fevereiro, às 20:30hs, …

Orixás regentes do ano de 2019

Ao falarmos sobre este assunto cabe esclarecer que existem diversas maneiras de, digamos eleger os Orixás regentes do ano, e cada escola ou religião faz a sua maneira, seguindo a sua tradição. Fato que também temos a nossa.
Aqui no Rio Grande do Sul existe a tradição herdada do Batuque Gaúcho de eleger o Orixá que estará regendo o ano através do dia da semana em que cai o dia 1º de Janeiro. Então, 2019 temos o dia 1/1 em uma Terça feira, dia de Xangô, então o regente de 2019 será xangô.
Nós da Tenda de Umbanda Xangô 7 Raios preferimos adotar mais alguns critérios para fazer uma análise mais profunda, como regências astrológicas, além é claro de consultas aos oráculos.
Fato é que temos o ano de 2019  sob a regência do planeta Marte. Este planeta é regido pelo Orixá Ogum. Temos portanto também a participação deste Orixá no ano.
Em resumo então temos: Um ano onde Ogum estará regendo ao lado de Xangô. Sabemos que mais alguns Orixás satélites estarão próximos, mas como soberanos temos este…

Como Espiritualizar-se? – Dica de Chico Xavier

Existe uma crença precipitada de que espiritualizar-se é o desapego total às questões materiais da vida. Esse conceito errôneo pode se dar pelo fato de que o ser humano ainda dê tanta importância aos bens físicos e materiais que isola em um extremo o sua espiritualidade.
No livro Plantão de Respostas Pinga Fogo Volume II, no qual reúne às questões abordados no programa Pinga Fogo, da extinta TV Tupi, foi retirada a seguinte pergunta:

Por que vivemos cada vez mais pensando apenas nas coisas materiais e pouquíssimo nas espirituais?
Respeitando as imperfeições ainda presentes nos espíritos em provas e expiações, é importante analisarmos a resposta de Chico para iniciarmos ou darmos continuidade no processo de espiritualização. Chico responde assim:

“O homem atual vive deslumbrado com os bens materiais, que são colocados à sua disposição pela tecnologia que avança a cada dia através de uma propaganda que insiste em colocá-lo como caminho da felicidade. Porém, quando os adquirimos não compr…